Condomínio: Colaboradores qualificados?

O funcionamento eficiente de um Condomínio é complexo e precisa de colaboradores qualificados, sejam diretos ou terceirizados, diante das inovações tecnológicas, bem como para um melhor cumprimento cordial das atividades inerentes à função.

Mas, infelizmente, nos deparamos com colaboradores despreparados e sem experiência e, pior, sem qualquer treinamento e desconhecendo a rotina e as atividades a serem exercidas no Condomínio, gerando insatisfação, baixa qualidade e ineficiência no serviço para o qual foram contratados.

Caros síndicos e prestadores de serviços, ao realizar a contratação é importantíssimo nos colocarmos no lugar dos colaboradores e proporcionar-lhes treinamentos, não apenas para a preservação da saúde com o uso adequado dos equipamentos de proteção individuais (EPI´s), como também exercer a função para o qual foram contratados utilizando corretamente maquinários, produtos, ferramentas, tecnologias, relacionamento com os condôminos e visitantes, etc.

No caso específico dos agentes de portaria é necessário maior atenção e treinamentos por serem os responsáveis pela identificação de todos que adentram ao Condomínio, pela segurança da comunidade, pelo atendimento respeitoso com os condôminos, visitantes e prestadores de serviços do Condomínio e das unidades autônomas, como também por serem os primeiros a sofrerem com assaltos no meio condominial.

Já os profissionais de serviços gerais são responsáveis pela limpeza e conservação da área comum do Condomínio e quando não capacitados podem prejudicar a saúde, desperdiçar recursos materiais/naturais e, ainda, gerar danos ao patrimônio comum e a todos de determinado Condomínio.

Mas como melhorar?

É necessária mudança cultural no Condomínio, ou seja, passar a ver a contratação de colaboradores, diretos ou terceirizados, não como gasto e sim como investimento em prol da comunidade proporcionando proativamente capacitação qualificada.

E mais….

O Condomínio ao contratar empresas por terceirização deve prezar pela qualidade técnica, experiência no mercado, estrutura de atendimento, e, por último, preço, para que todos desfrutem de competente prestação de serviços, em que, contratante e contratados, sejam valorizados, respeitados e sintam-se motivados e orgulhosos por fazerem parte da comunidade condominial em que trabalham.

Assim, colaboradores treinados em funções específicas atenderão ao Condomínio de forma zelosa, eficaz e vigilante, como também saberá agir em situações conflituosas ou emergenciais.

Autores:

Cirelle Monaco de Souza

Advogada Condominial I Sócia-fundadora da Monaco Sociedade Individual de Advocacia.

Thiago Carvalho

Advogado especialista em gestão condominial I Ex-agente de portaria.

#condominio #sindico #prestadoresdeservicos #qualificacaoprofissional #treinamento #colaboradores #agentedeportaria #servicosgerais